Deixe-me ser então
Me perdi no que era real e no que eu inventei

Te disse sim, te disse não
Depois neguei de um jeito frio
O amor que te prometi

E quantos quase cabem num segundo
Me vi chegar no fim do mundo
Me vi sofrer na solidão
De um jeito que não suportei

Eu sei que fiz você chorar
E luto tanto pra esquecer (…)

Valeu por todo dia que te vi
Valeu, mas eu vou resistir
O seu isqueiro azul tá aqui
Será que você vai lembrar?

Qual é o peso da culpa que eu carrego nos braços
Me entorta as costas e me da um cansaço?
Tiê - A Noite
Te contei tantos segredos que já não eram só meus
Rimas de um velho diário que nunca me pertenceu
Entre palavras não ditas, tantas palavras de amor
Essa paixão é antiga e o tempo nunca passou
Tiê - A noite
You’re giving up so easily,
I thought you loved me more than this

Viver
É não ter que transplantar
Doar, sangrar, trocar, chamar, pedir, mostrar, mentir, falar
Justificar no cais chorando não sou eu quem vai
Ficar dizendo adeus batucada macaco no
Seu galho da roseira em flor da laranjeira amor
É choradeira horror a vida inteira à beira da
Loucura e a dor e a dor e a dor e a dor
E a dor e a dor e a dor e a dor e a dor
E a dor e a dor e a dor e a dor e a dor

Well, I care
I know you don’t care too much
But I still care